Sercomtel e entidades assinam carta de intenções no lançamento da Incubadora Santos Dumont

1448

Hoje, a partir das 19 horas, a Sercomtel, a Codel (Instituto de Desenvolvimento de Londrina) e a Prefeitura de Londrina assinam a carta de intenções para iniciar o ingresso da empresa de telecomunicações londrinense no convênio de cooperação técnica que engloba as entidades e o Parque Tecnológico Itaipu (PTI). O evento será realizado na Rua Professor João Cândido, 555 e é aberto à imprensa.

A assinatura faz parte do evento de lançamento da Incubadora Santos Dumont que funcionará no prédio da Sercomtel localizado na João Cândido. Após a assinatura, o modelo de operação da incubadora será apresentado aos participantes, que visitarão as instalações para conhecer o ambiente de trabalho.

Incubadora

Os micro e médios empreendedores de Londrina agora terão mais uma oportunidade de apresentar seus projetos com a finalidade de obter investimentos. A Incubadora Santos Dumont visa fomentar o desenvolvimento de novas soluções tecnológicas voltadas à governança pública.

“As ideias de negócios são recebidas pela incubadora, que encaminha as propostas selecionadas ao Parque Tecnológico Itaipu e ao Sebrae. Depois desta primeira etapa, há o trabalho de mentoria destas duas parceiras junto às empresas classificadas. Por fim, a Incubadora oferece pequenos aportes financeiros para possibilitar a consolidação das propostas”, explica o presidente da Sercomtel Participações, Roberto Nishimura.

Inicialmente, a Sercomtel não será responsável por investimentos financeiros na Incubadora Santos Dumont. “Vamos oferecer um local com conectividade para que este desenvolvimento possa conhecer e utilizar os nossos produtos e serviços de conectividade e data center, desta forma já agregando valor desde o início do projeto”, detalha Nishimura.

Convênio de cooperação técnica

Todas as empresas do Grupo Sercomtel participarão do convênio de cooperação técnica com Codel (Instituto de Desenvolvimento de Londrina), Prefeitura de Londrina e o Parque Tecnológico Itaipu. “Para colocar uma câmera em uma luminária, no caso de um projeto de segurança pública, por exemplo, nós precisamos da parceria com a Sercomtel Iluminação. Vamos supor que uma empresa ‘incubada’ precise de um chatbot para interagir com os seus clientes em seu site. Neste caso, seria necessário a participação da Sercomtel Contact Center. Então, o trabalho integrado entre as nossas quatro empresas é fundamental para o nosso ingresso neste convênio”, exemplificou.



Silvio Rodrigues - Editor/Fundador do Site Portal Londrina


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *