Você já deve ter ouvido falar desse profissional, mas, talvez, ainda não saiba realmente suas atribuições. Você sabe, exatamente, o que faz uma podóloga? Muita gente confunde a atuação desse profissional com a do pedicure, apenas em virtude de os dois trabalharem com os pés.

Na verdade, a atuação é diferenciada, pois o podóloga vai cuidar da saúde dos pés com um olhar mais sistêmico e, o pedicure, terá um olhar mais estético.

Outra diferença é a regulamentação dos dois ofícios. O pedicure exerce a atividade após fazer algum curso rápido ou, até mesmo, aprende sozinho as artes de embelezar os pés.

Já o podólogo precisa de uma formação sólida para exercer esse ofício — a profissão é reconhecida desde 1968. Esse profissional pode atuar como técnico, quando realiza um curso de 1200 horas ou pode fazer uma graduação, quando é preciso cumprir 2880 horas-aula.

Quer saber mais sobre o que faz uma podóloga? Continue a leitura e conheça suas habilidades e muitas outras informações importantes sobre essa profissão!

HABILIDADES

Uma podóloga precisa ter um olhar que vai além dos pés das pessoas. Muitas vezes, os pés dão um sinal de um problema de saúde muito mais complexo.

Esse profissional deve ter essa visão mais holística ao examinar uma pessoa, ele também deve exercitar a escuta, por meio do levantamento de informações de saúde e hábitos de vida do indivíduo.

Outra questão está relacionada à atenção difusa, muito importante para esse profissional. Ele trata os pés, mas outros sinais e incômodos podem aparecer em outras partes do corpo do cliente. A perícia e o cuidado ao fazer as intervenções também são muito importantes. É preciso ter delicadeza e muita atenção ao manusear o bisturi e outros instrumentos.

ATUAÇÃO

Enquanto o pedicure atua geralmente em salões de beleza, o profissional que trabalha na área de podologia vai atuar em clínicas de saúde especializadas, em spas, em empresas especializadas com o cuidado dos pés ou em salões de beleza maiores.

Dessa forma, o podólogo pode atuar por meio de um contrato de trabalho, como funcionário ou como autônomo.

O importante é garantir que esse atendimento tenha uma estrutura adequada, como equipamentos, maca, ferramentas e produtos apropriados ao bom atendimento do cliente.

PREVENÇÃO

Como a saúde exige cuidados muito amplos, o podólogo deve estar pronto para atuar não apenas com problemas pontuais, como unha encravada ou ressecamentos nos pés, mas deve estar preparado para prevenir futuros problemas. A atenção com os pés deve ser diária e constante, e não apenas quando aparecem problemas.

A prevenção deve permear a atuação dos profissionais. O cuidado com os pés devem ser desde bebê até a idade adulta, com grande atenção para o idoso. Quanto mais a pessoa envelhece, mais a pele resseca e aumentam as chances de problemas e fissuras.

O pé de uma pessoa que sofre de diabetes, por exemplo, precisa de cuidados semanais, com cortes adequados das unhas e hidratação constante.

CUIDADO

Os pés exigem uma outra atenção que vai além dos cuidados do podólogo. Esse profissional deve estar preparado para orientar os clientes a estenderem esse cuidado. Esse processo passa pela correta higienização diária, pelo uso de sapatos adequados e pela visita regular ao profissional de podologia.

Agora você já sabe o que faz um podólogo, não é mesmo? É importante ressaltar que esse profissional garante a saúde global do indivíduo, começando pelos pés! Por isso, é de suma importância que você visite-o constantemente para garantir o seu bem-estar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui