Prefeitura publica edital para revitalização da Rua Sergipe em Londrina

2090

Pensando em tornar a cidade cada vez mais bonita e agradável aos moradores de todas as regiões, a Prefeitura de Londrina abriu processo licitatório, na modalidade Tomada de Preços, para a execução das obras de revitalização da Rua Sergipe.

O edital nº 02/2019 engloba a revitalização de calçadas, do mobiliário urbano, da iluminação ornamental e o paisagismo de um trecho de 11 quadras da Rua Sergipe, compreendidas entre Av. Higienópolis e Av. Jacob Bartolomeu Minatti (Av. Leste-Oeste).

O projeto prevê ainda a instalação, por quadra, de aproximadamente seis bancos de cada lado, com estrutura de aço e assento em madeira, e com canteiros ajardinados na parte posterior dos bancos que garantirão proteção ao cidadão que estiver sentado em relação à rua; serão instaladas, por quadra, duas lixeiras de cada lado com divisão para material reciclável e para orgânico e, aproximadamente, oito floreiras.Também serão plantadas, ao longo da via, 58 mudas de árvores novas e vegetação rasteira na base das árvores.

Conforme as especificações desenvolvidas pela arquiteta e urbanista autora do projeto pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Londrina (IPPUL), Amanda Salvioni Sisti, a iluminação para pedestres também será renovada e contará com uma luminária de LED com postes cônicos a cada cerca de 10 metros, o que somará 11 luminárias por quadra, em média. A intenção é garantir maior luminosidade e mais segurança aos pedestres e comerciantes da rua.

Quanto às calçadas, elas serão padronizadas com a instalação de paver, piso tátil e guias rebaixadas para cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida. Apenas a quadra que engloba o Museu de Arte de Londrina, que é considerado Patrimônio Histórico, não sofrerá alterações devido seu tombamento histórico. “Tudo foi pensado para proporcionar maior conforto e qualidade à circulação de pessoas pela rua Sergipe, porque ela é uma rua tradicional da cidade e com bastante vida”, disse a autora do projeto.

A intenção do poder executivo com a revitalização é atender a uma reivindicação antiga dos comerciantes, proprietários de imóveis na Rua Sergipe e da população que ali circula. Isso porque, em Londrina, ela é considerada uma das vias de comércio mais importante da região central. “Durante as audiências públicas do Plano Diretor, fomos muito demandados para a execução de ações de revitalização na área central de Londrina e estamos fazendo, sendo esta uma etapa. Além disso, as revitalizações estão dentro das diretrizes do Plano para os próximos 10 anos. Isso vai melhorar a área e ajudar a fortalecer o comércio”, explicou o presidente do IPPUL, Roberto Alves de Lima Junior.

O Município pretende investir, no máximo, R$ 1.558.048,97 para revitalizar a rua. Isso porque a empresa que apresentar o menor valor será a vencedora da licitação. A contratada deverá executar os serviços no prazo de 90 dias corridos, contados a partir do recebimento da ordem de serviço.

Como participar
As construtoras interessadas em participar do certame precisam enviar a documentação devidamente lacrada, em envelopes separados, no dia e horário estipulado no edital. O encaminhamento deve ser feito para a Diretoria de Gestão de Licitações e Contratos (DGLC), na Secretaria Municipal de Gestão Pública. A abertura dos envelopes será realizada no dia 16 de julho, às 13 horas.

Aqueles que tiverem dúvidas podem ligar para (43) 3372 4618 ou enviar um e-mail: licita@londrina.pr.gov.br. O edital completo e toda os documentos necessários para o projeto estão disponíveis no Jornal Oficial do Município e ser acessado clicando aqui.

Segundo o secretário municipal de Gestão Pública, Fábio Cavazotti, em média, a tramitação burocrática leva de 45 dias para ser concluída, após o recebimento das propostas. Isso porque há o período de publicação dos editais, análise das propostas técnicas e de valores, recebimento e análise de recursos e contrarrecursos e assinatura da ordem de serviço.

Durante o recebimento das propostas, primeiramente, o corpo técnico da Secretaria Municipal de Obras e Pavimentação (SMOP) verifica os documentos contidos na parte técnica. Após a a verificação, é publicado um edital contendo a lista das empresas habilitadas para o seguimento do certame. Assim, o segundo envelope é aberto, tratando dos preços para execução das obras. Nessas etapas é possível interpor recursos e contrarrecursos.



Silvio Rodrigues - Editor/Fundador do Site Portal Londrina


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *