Terminal do Vivi Xavier em fase de reconstrução

2494

No momento, estão em andamento serviços de demolição da estrutura e preparação do solo; usuários ganharão um terminal de ônibus mais amplo e moderno.

Quem passa pela região norte de Londrina já observa a movimentação dos serviços da obra de revitalização do Terminal Vivi Xavier, que está sendo reconstruído do zero pela Prefeitura. A etapa inicial dos trabalhos começou há cerca de uma semana neste espaço, onde, no momento, ocorre a demolição de muros, intervenções no calçamento e a preparação do solo. O novo terminal será entregue à população em 2020, na mesma área do ponto atual, localizado na Avenida Saul Elkind entre as ruas Joubert de Carvalho e Argemiro Margonar.

A nova estrutura será mais moderna, ampla, acessível e adequada para atender os mais de 20 mil passageiros que circulam pelo espaço diariamente. Atualmente, 25 linhas do transporte coletivo operam neste local. A área total será aumentada em mais de 1.500 m², passando dos atuais 1.275 m² para 2.951m². Para promover a construção do terminal, a Prefeitura de Londrina investirá um montante de R$ 5 milhões e 500 mil na obra, com recursos provenientes do governo federal. O prazo de execução é de 11 meses.

Com as obras, o terminal também passará a contar com mais plataformas para facilitar o fluxo de veículos. Os ônibus poderão trafegar na parte central e nas laterais do terminal, sendo que, além do trânsito dos veículos convencionais, um dos corredores será adequado para receber os automóveis do SuperBus.

Haverá mudanças e melhorias nas áreas interna e externa, para proporcionar mais conforto aos usuários. Após construída, a nova sede terá área coberta maior em relação ao telhado que será demolido no decorrer das obras, novo piso, estrutura hidráulica e elétrica, adequações para acessibilidade, salas administrativas, sanitários, fraldário, bicicletário e paraciclos.

Construído no início da década de 1990, o Terminal Vivi Xavier nunca passou por uma reforma significativa enquanto esteve funcionando. “A intenção é aprimorar a funcionalidade do terminal e trazer condições mais confortáveis e seguras a todos que utilizam o transporte coletivo neste lugar. Será um terminal maior, mais acessível e moderno”, frisou o secretário municipal de Obras e Pavimentação, João Verçosa.

Os serviços no local abrangerão, ainda, adequações na Avenida Saul Elkind e alterações nos pontos de acesso e saída de veículos, com novas baias de conversão. A execução dos serviços está sendo feita pela Salver Construtora, de Ituporanga (SC), contratada por processo licitatório.

Terminal Provisório – O Terminal Vivi Xavier foi desativado para o início das obras de reconstrução no dia 23 de junho, data em que começou a funcionar um terminal provisório, instalado bem próximo, na Avenida Saul Elkind, entre as ruas Lindalva Basseto e Salim Sahão sentido Ibiporã. Montado pela Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU), o espaço temporário conta com cobertura e bancos para acomodar os passageiros, banheiros feminino e masculino, e bilheteria.

A CMTU instalou placas indicando os roteiros para os motoristas e as mudanças no trânsito podem ser conferidas neste link. O órgão ainda sinalizou as proximidades do Terminal Provisório e para garantir a segurança e a fluidez do trânsito, bem como implantou o sistema binário entre as ruas Claudenice Neves e Lindalva Silva Basseto.

Fonte: N.com



Silvio Rodrigues - Editor/Fundador do Site Portal Londrina


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *