Neste sábado (29), das 8 às 13 horas, os adultos com idades entre 20 e 49 anos terão a última oportunidade para se imunizarem contra o sarampo em Londrina. A ação marcará o fim da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo de 2020. Para receber a dose extra, os interessados devem agendar o melhor horário e local através do site da Prefeitura de Londrina (clique aqui). A intenção é que não haja aglomeração de pessoas.

Para facilitar o acesso dos cidadãos, a Secretaria Municipal de Saúde disponibilizou 15 locais diferentes, que são as Unidades Básicas de Saúde (UBS) do Alvorada, Armindo Guazzi, Cafezal, Centro, Centro Social Urbano (CSU), Eldorado, Itapoã, João Paz, Lindóia, Milton Gavetti, Parigot de Souza, Piza, Guanabarinha (Secretaria de Políticas para as Mulheres), Santa Rita e Campo Verdes.

Até o momento, 4.315 adultos agendaram horário para a vacinação, sendo que o local mais procurado é a UBS do Centro, com quase 600 pessoas com horário marcado. Em seguida, está a UBS Armindo Guazzi com número semelhante (544 horários agendados), e a sede da Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres, que fica na esquina da Avenida Higienópolis com a Rua Valparaíso, com 486 interessados. A Unidade Básica de Saúde com mais horários disponíveis, até agora, é a do bairro Eldorado, onde apenas 103 pessoas vão aproveitar a última ação da campanha nacional contra o sarampo.

A expectativa era ter imunizado, em Londrina, 243 mil adultos gratuitamente. Porém, mesmo com todas as ações e divulgações realizadas pela Secretaria Municipal de Saúde, apenas 5% do público-alvo procurou se vacinar, ou seja, cerca de 12 mil pessoas. De acordo com a diretora de Vigilância em Saúde da SMS, Sônia Fernandes, a vacinação com dose complementar faz parte de uma estratégia do Ministério da Saúde (MS), para tentar controlar a doença no Brasil, visto que, somente no ano passado, foram registrados nove casos em Londrina e o vírus continua circulando no país. “O sarampo está circulando em várias cidades do Paraná, por isso, é extremamente importante essa prevenção, por meio da vacina gratuita. Caso a procura aumente muito agora, podemos ampliar o horário da vacinação no sábado. Mas é importante que os adultos tomem essa dose de reforço”, explicou a diretora.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui