Durante patrulhamento preventivo, a equipe da Guarda Municipal de Londrina (GMUC) da região oeste encontrou, no final da manhã desta terça-feira (1°), uma mulher chorando enquanto carregava um bebê de colo. Os agentes logo foram verificar o que ocorria com esta mulher, que estava nas proximidades da rua Quatá, Jardim Hedy.

Ainda segundo relato da equipe, os agentes viram um homem entrar em um carro branco, enquanto desferia palavras de baixo calão contra essa mesma mulher. Durante conversa, os guardas municipais identificaram que a mulher foi vítima de agressão, e que o suspeito teria saído com o carro e deixado ela na rua, a cerca de mil metros de sua residência, apenas com a criança de colo.

Com informações de onde o suposto agressor estaria, os guardas foram até o local indicado e conseguiram encontrá-lo. O suspeito e a vítima foram levados pelos agentes para a Delegacia da Mulher.

Segundo o inspetor GM Reis, a Guarda Municipal atua no combate à violência contra a mulher, todos os dias. “Nossas equipes estão sempre atentas, e foi assim que conseguiram identificar essa mulher, enquanto patrulhavam preventivamente os espaços públicos da zona oeste. Ela não possui medida protetiva, porém contou aos guardas que foi agredida pelo companheiro. A Patrulha Maria da Penha agiu rapidamente e conseguiu encontrar o suspeito. A violência contra mulher ainda é constante, mas estamos sempre atentos e atuando com rigor contra esse crime”, pontuou.

A Guarda Municipal de Londrina atende 24 horas por dia, pelo número 153. Em caso de necessidade, ligue e faça sua denúncia. A ligação é gratuita.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui