A Prefeitura de Londrina publicou no último sábado (23), o decreto no 85/2021, que prorroga a suspensão das aulas presenciais em Londrina, nas instituições de ensino públicas e privadas, até o dia 28 de fevereiro.

De acordo com o decreto, fica autorizado o atendimento individualizado a alunos em situação de risco e vulnerabilidade social, conforme regulamentação do Conselho Municipal de Educação, seguindo protocolos aprovados pela área técnica da Secretaria Municipal de Saúde. O texto completo do ato está disponível na página 3 da edição no 4.259 do Jornal Oficial do Município.

O prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, explicou que o objetivo da medida é preservar a saúde e a vida das crianças, estudantes, professores e funcionários das escolas, assim como a de seus familiares e a da população londrinense em geral. Informou, ainda, que a decisão é baseada em critérios técnicos e na avaliação diária feita pelos profissionais da Secretaria Municipal de Saúde.

“O momento atual é muito delicado, tanto pelo aumento do número de casos da Covid-19 quanto pelo de falecimentos, em Londrina e no Brasil inteiro. Se as aulas presenciais voltarem agora, serão mais de 200 mil alunos e profissionais da educação retornando ao mesmo tempo para as instituições de ensino de todos os níveis em Londrina. Por isso, ainda não temos segurança para voltar”, frisou Marcelo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui