Otimismo do agronegócio contagia abertura da ExpoLondrina

0
11744

Em sua 60ª edição, a exposição de Londrina volta a ocupar o Parque Ney Braga e deixa para trás a insegurança da pandemia, apostando na força da agropecuária

Com a perspectiva de movimentar mais de R$ 600 milhões em negócios num período de dez dias, a 60ª Exposição Agropecuária e Industrial de Londrina já ocupa, com intensas atividades, boa parte dos 19 hectares do Parque de Exposições Governador Ney Braga. Organizado pela Sociedade Rural do Paraná (SRP), o evento reúne cerca de 3.200 expositores de diferentes áreas, fortalece a economia local e regional e se constitui em importante centro de difusão de tecnologia para a cadeia nacional do agronegócio.

Foi neste contexto de otimismo que o presidente da SRP, o agropecuarista Antonio Sampaio, se dirigiu às autoridades civis, militares e religiosas durante a cerimônia de abertura do evento, na tarde desta sexta-feira (1).  Estimulada pela demonstração de resiliência do agronegócio na pandemia, a Sociedade Rural do Paraná, após dois anos consecutivos de cancelamento, resolveu apostar no evento que consagra uma marca histórica: 60 anos evento, nos 75 anos de existência da SRP.

“Foram dois anos muito difíceis, mas a agropecuária continuou trabalhando. Tivemos que nos reinventar”, disse Sampaio lembrando que o período foi marcado pelo avanço da tecnologia no setor agropecuário, tendência que será fortemente demonstrada na ExpoLondrina, ao lado da exposição de animais, máquinas e equipamentos e da área de entretenimento que reúne gastronomia, rodeios e shows musicais.

Estado apoia evento – Para o secretário da Agricultura no Paraná, Norberto Ortigara, que representou o governador Carlos Massa Ratinho Júnior na abertura do evento, a pandemia deixou marcas mas não parou o “agro” porque o setor reagiu às dificuldades e tem capacidade de avançar muito mais. “Desejo sucesso, que a exposição cumpra a sua função de aproximar o campo da cidade e, principalmente, o produtor da inovação”, informou o secretário lembrando que o Governo do Estado apoia a ExpoLondrina e participa do evento com várias estatais. 

Já o prefeito de Londrina Marcelo Belinati (PP) disse que a cidade sofreu em 2020 e 2021 com a ausência da exposição, uma das mais expressivas feiras do setor, no Brasil. Belinati chamou a atenção para o grande potencial econômico do evento que é capaz de movimentar vários segmentos, criar empregos diretos e indiretos, gerando otimismo para Londrina e região.

Homenagem – Ainda durante a cerimônia de abertura da ExpoLondrina, o chefe geral da Embrapa/Soja, pesquisador Alexandre Lima Nepomuceno, entregou uma medalha ao presidente da SRP, para confirmar a importância das iniciativas da entidade na valorização do agronegócio brasileiro. Nepomuceno enfatizou que a medalha é oferecida aos principais parceiros da instituição de pesquisa. “A Embrapa é uma parceira histórica da Rural. Participamos da ExpoLondrina há 47 anos”.  

Estiveram também presentes ao evento as deputadas federais Luísa Canziani e Aline Sleutjes; os deputados estaduais Guto Silva, Tercílio Turini e Tiago Amaral, o presidente da Câmara Municipal de Londrina, Jairo Tamura, entre outras autoridades locais, regionais e estaduais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui